Stopover e Openjaw

Falarei sobre minhas experiências utilizando o stopover e o openjaw, que me permitiu visitar mais países com uma única passagem. As duas alternativas maximizam a oportunidade de conhecer mais lugares numa única viagem. Por definição, "stopover" é a interrupção no decurso de uma viagem para visitar um determinado lugar. O "openjaw" é um bilhete onde o destino e a origem  não são os mesmos em ambas as direções, por exemplo, vou para um país e volto por outro.

É interessante observar que algumas companhias não permitem o stopover, enquanto o openjaw pode ser feito na maioria das compras. Companhias que permitem o stopover (na cidade de conexão), sem acréscimo no valor da passagem, que já utilizei: Air France (Paris), Klm (Amsterdã), Etihad (Abu Dhabi), Qatar Airways (Doha), American Airlines (Miami), TAP (Lisboa ou Porto). E ainda, as duas modalidades podem ser combinadas. Para comprar a passagem é necessário procurar o campo "múltiplos destinos", que nem sempre fica na página principal da companhia aérea.

Para exemplificar, tirei um "printscreen" da tela da Iberia e destaquei o link com a opção múltiplos destinos.



Com a companhia aérea supracitada, comprei passagem na modalidade "openjaw", pois pretendia visitar Marraquexe, já que queria passar meu aniversário no Deserto do Saara. Comprei Rio de Janeiro (GIG) - Barcelona (BCN) e volta Madri (MAD) - Rio de Janeiro (GIG). Para fazer os trechos Barcelona-Marraquexe e Marraquexe-Madri, observei no site Skyscanner que a melhor opção era comprar na própria Iberia, que tem duas companhias "low cost" (de baixo custo). Fui de Vueling e voltei de Air Nostrum


Na KLM pude usar o stopover em Amsterdã. Primeiro simulei quanto seria a passagem Rio de Janeiro (GIG) - Berlim (TXL), depois simulei Rio de Janeiro (GIG) - Amsterdã (AMS), Amsterdã (AMS) - Berlim (TXL) e Berlim - Rio de Janeiro (GIG) e o preço continuou o mesmo! A passagem foi comprada e passei 5 dias em cada destino. Devo destacar que, na minha opinião, é a melhor companhia para viajar para Europa. 



Na TAP, combinei as modalidades stopover e openjaw! Comprei a passagem Rio de Janeiro (GIG) - Praga (PRG), Budapeste (BUD) - Lisboa (LIS) e Lisboa (LIS) - Rio de Janeiro (GIG). O trecho Praga-Viena-Budapeste foi realizado de trem. Reparem que cheguei em Praga e saí de Budapeste, que caracteriza a modalidade "openjaw", enquanto a parada em Lisboa identifica o "stopover".




É interessante passar tal conhecimento, pois habitualmente vejo pessoas comprando passagem de ida e volta para o mesmo país, principalmente na Europa. Depois a pessoa viaja de trem ou avião e retorna para o país que chegou, perdendo dinheiro e tempo. Ou ainda, viaja para uma única cidade, quando visitar duas sairia pelo mesmo preço.

0 comentários:

Translate

Instagram

Publicidade

Booking.com

Marcadores